NHÁ CHICA


Qual a ligação que este livro tem diretamente com a vida daqueles que almejam entrar na intimidade com o Espírito?
Durante algum tempo nos perguntamos qual a importância que Nha Chica teve para o povo mineiro...
Refletimos, acertadamente, que o Espírito nos inspira para o Espírito, onde quer que ele se manifeste, e, de fato, a vida de Nha Chica foi uma verdadeira manifestação do Espírito, tendo sido esta a sua importância para o mundo.
No geral, a humanidade procura um caminho bom e útil para a existência, todas as gerações que viveram antes de nós procuraram o mesmo, e a orientação do Espírito parece ser a tônica desse caminho, sendo esta a ligação que este livro pode ter com a nossa vida, já que discorre sobre a inspiração de Nha Chica para amar o semelhante e a Deus.
Queremos um modo de vida aprovado por Deus.
Vai daí que, analisando a vida de Nha Chica, aprendemos que ela, inspirada pelo Espírito, deu uma boa solução para o seu caminho, construiu um bom destino pessoal na Terra, cujo roteiro de vida serve como modelo para seguirmos o nosso caminho.
Não que devemos imitá-la.
Somos completamente contra qualquer tipo de imitação.
Ninguém pode ser melhor e mais feliz do que quando é original.
Mas podemos avaliar que ela era apenas uma mulher simples, analfabeta, sem recursos, e, mesmo assim, o Espírito a inspirava para o amor e para o bem, para a oração e para a caridade, ficando óbvio que não precisamos ser mais do que uma pessoa simples para estabelecermos a comunhão com o Espírito.
Seu principal exemplo foi a prática da oração.
Então aprendemos que colocar nas orações todas as dificuldades do dia a dia é a melhor maneira para enfrentar e vencer as adversidades.
A oração é uma autodefesa da alma contra tudo de negativo que possa nos acontecer.
Nha Chica fez da oração e da caridade um anteparo para não se desviar do bem e da paz.
Semelhantemente, podemos afastar as incertezas e as armadilhas do destino, e devemos fazê-lo utilizando a ferramenta da oração.
O exemplo de vida de Nha Chica é o voluntariado permanente na direção de fazer o bem ao semelhante, conduta caracterizada pelo mandamento ensinado por Jesus no Novo Testamento: “e tu amarás o teu próximo como a ti mesmo”.
A rotina diária de Nha Chica era orar pelas pessoas, dar consultas espirituais e ajudar aqueles que a procuravam em seu casebre na Rua do Coqueiro, fosse para orientá-los espiritualmente ou para oferecer-lhes um prato de comida.
Não obstante dedicar-se ao voluntariado da fé, era uma pessoa absolutamente solitária, praticando a meditação nos mistérios da vida espiritual, sendo este um requisito básico para todo aquele que deseja adquirir autonomia no mundo Divino.
Uma expressão aparentemente simples, como foi a vida de Nha Chica, pode trazer muitos esclarecimentos para o nosso desenvolvimento.
Dedicamos este livro ao grande público que busca a religação com Deus, esclarecendo que se trata de uma resenha das principais informações que ouvimos sobre a vida de Nha Chica, a vidente de São João Del Rei. Leia mais...